quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Review: O Caçador

Continuando os reviews dos posts antigos, o caçador, com uma mecânica diferente e habilidades mais legais.
O Caçador
Desde sempre caçadores existem. Eles variam muito entre si podem pertencer a uma tribo bárbara ou fazer parte de um clã de caça para nobres, mas sempre prezam pela vida natural. Em todos os casos, são habituados ao mato e ao contato com animais.
Um caçador é um personagem furtivo, sempre procura por armas e equipamentos silenciosos (por esse motivo, sua arma principal é o arco e flecha), além de ser o mais temível inimigo contra animais.
Muitos caçadores também seguem códigos de honra, como não deixar uma criatura ferida para morrer ou nunca atacar um filhote ou fêmea, mas é verdade que muitos simplesmente gostam de matar animais perigosos. Por razões óbvias para muitos, caçadores não conseguem entender os druidas e a super proteção que eles exercem nas arvores e animais.
Caçador é uma classe de níveis alternativos para rangers que desistam de certas habilidades para adquirir outras. Um ranger que deseje ser um caçador deve abdicar de sua capacidade de conjurar magias, de sua habilidade de classe Evasão e do seu 2º Inimigo Predileto para receber as seguintes habilidades, conforme a tabela. Além disso, o ranger deve ter escolhido arquearia como estilo de combate.

Nível_Fort_Ref_Von_____Habilidade
___+3__+4__+1__Presa, Fingir de Morto
___+5__+4__+1__Presa, Aptidão Com Arcos
___+6__+6__+4__Presa, Companheiro de Caça
Perícia Extra: Um caçador pode escolher Arte da Fuga como perícia de classe ou receber 2 Pontos de Perícia extras.

Presa: Assim como um ranger pode escolher um Inimigo Predileto, o caçador pode escolher um grupo de animais para se especializar. Contra este grupo especifico (que deve ser escolhido entre Aranha, Felino, Javali, Lagarto, Lobo, Rapina, Serpente ou Urso) o caçador recebe +2 de bônus nas jogadas de ataque e dano, e testes das perícias Blefar, Furtividade, Ouvir, Sentir Motivação, Observar e Procurar. A presa de um caçador também é aquela que se torna alvo das outras habilidades da classe, e um caçador pode selecionar presas adicionais nos níveis 5 e 9.

Fingir de Morto: Contra algumas presas, é melhor fugir do que enfrentar! Um caçador pode optar por realizar, ao invés de um teste de ataque normal, um teste de Blefar contra Sentir Motivação da presa. Caso o “ataque” seja bem-sucedido, o caçador impede o animal a atacá-lo na próxima rodada, mas também não pode se mover mais que 1,5 metros no seu turno. Na próxima rodada, contudo, o animal pode optar por atacá-lo normalmente e o caçador pode tentar um novo teste. Essa habilidade só pode ser usada contra um animal pertencente ao grupo de presas do caçador.

Aptidão Com Arcos: Para o caçador, é necessário ser rápido, preciso e furtivo com o arco. A prática com a arma, somada com a necessidade de utilizá-la fizeram do caçador o melhor tipo de arqueiro, concedendo um bônus de +2 nas jogadas de ataque com arcos longos ou curtos. Esse bônus aumenta para +4 com jogadas a até 9 metros e da à possibilidade de um caçador realizar um Ataque Furtivo (1d6 de dano extra) em uma presa que esteja sem o modificador de Destreza na CA. O bônus aumenta em +2 no 9º nível.

Companheiro de Caça: O Companheiro Animal do caçador consegue ajudar ainda mais na hora de encontrar uma presa. O companheiro recebe o talento Rastrear e oferece um bônus de +4 ao caçador sempre que procurarem juntos uma presa. Caso o companheiro animal venha a morrer, um caçador pode ensinar o talento novamente em 1d6+3 dias, e caso o companheiro já possua a habilidade Rastrear, o bônus que ele oferece aumenta para +6.

Nenhum comentário:

Postar um comentário