segunda-feira, 14 de abril de 2008

Basilisco

"Não arrasta o corpo, como as outras serpentes, por meio de uma flexão múltipla, mas avança firme e ereto. Mata os arbustos, não somente pelo contato, mas respirando sobre eles e fende as rochas, tal é o poder maligno que nele existe."
-Plínio, naturalista romano.

Conhecido como o "Rei das Serpentes", o Basilisco é uma cobra gigantesca com presas venenosas, que mata instantaneamente qualquer um que seja fixado por seus olhos.
Eles nascem quando uma rã choca um ovo de galinha.
Basiliscos tem muita resistencia e uma vida longa, sendo que o maior (senão o unico) medo de um Basilisco é o canto de um galo, sempre que o escuta, o Basilisco foge imediatamente.
O veneno de um basilisco é uma das substancias mais perigosas existentes, ajindo rapidamente no corpo da vitima e matando-a em poucos minutos. Porém, o halito dessas cobras gigantescas também é muito perigoso, deixando suas vitimas nauseadas.
Bruxos poderosos que conseguiram domesticar uma dessas criaturas ganharam um valioso aliado, dentre estes bruxos, Salazar Soncerina, fundados da casa da Soncerina, seria o mais ilustre.

Basilisco: ND 10; Besta Mágica (Gigante); NM; 12b8 +96 (150 PVs); Iniciativa -1; Deslocamento 15m; CA 13, toque 9, surpreso 13; Ataques/Dano: 1 mordida +4 (1d12 e veneno) ou cauda +2 (1d10+2); Ataques Especiais: Olhar da Serpente, Halito enjoante, Veneno; Qualidades Especiais: Resistencia, Vida Duradoura, Percepção as Cegas; Fort , Ref , Vont ; For 17 (+3), Des 9 (-1), Cons 14 (+2), Int 2 (-2), Sab 7 (-2), Car 8 (-1); Perícias: Escalar +2, Intimidação +4, Ouvir +4; Talentos: -

Olhar da Serpente: Qualquer pessoa que olhar diretamente nos olhos de um Basilisco deve realizar um teste de Vontade (com CD 22) ou morrera instantaneamente, podendo ser revivida apenas por um conjurador de 8º nivel ou mais.
Porém, caso a vitima olhe indiretamente (atraves de um espelho, água ou um reflexo, por exemplo) devera realizar o teste com CD 20, se falhar não ira morrer, mas ficara petrificada por tempo indeterminado, podendo voltar ao normal apenas atraves de uma poção de mandragoras ou uma magia Desejo. Esta habildade para de funcionar caso o Basilisco fique cego.

Halito Enjoante: Todos a uma distancia de 3 metros devem realizar um teste de Fortitude com CD 18 a cada 5 rodadas ou ficarão enjoadas por 1d4-1 turnos (minimo 1).

Veneno: Uma vitima da mordida do Basilisco deve realizar um teste de Fortitude (CD 20) ou perdera 1d6 pontos de Força e Constituição por turno, quando realizara outro teste para evitar mais uma perda. Um personagem com a pericia Cura pode ajudar a vitima oferecendo um bonus no teste igual a metade de seu numero de graduções, arredondado para baixo (por exemplo, +1 se tiver 3 graduações).
Se a vitima conseguir sobreviver por um dia, seu corpo consegue resistir ao veneno e a vitima ficara imune por 1 semana.

Resistencia: Basiliscos tem resistencia a veneno igual a 10+ seu modificador de Constituição.

Vida Duradoura: Basiliscos envelhecem 12 vezes mais devagar do que humanos.

Percepção as Cegas: Através de sua audição aguçada, um Basilisco conegue perceber inimigos a até 9 metros mesmo em areas de Escuridão Profunda ou similares. Esta qualidade só funciona se o Basilisco puder ouvir.

Um comentário:

  1. Muito boa idéia! E a repostage, sobre o Basilisco está igualmente muito boa.

    Minhas sugestões:

    - Mesmo sabendo que saiu pelo sistema CODA (senhor dos anéis) poderíamos adaptar aquele demônio que vivia nas Minas de Moria (primeiro filme do SdA);

    - Pensando em Harry Potter podemos ainda adaptar os centauros que aparecem na floresta.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir